24/10/2021

5 dicas simples para investir na Bolsa de Valores

5 dicas simples para investir na Bolsa de Valores

O principal motivo que me levou a criar este site foi para desmistificar a ideia de que investir na bolsa de valores é coisa para iluminados, ou apenas ao alcance de pessoas cuja formação académica ou vida profissional anda ligada a números (daí ter feito este artigo com dicas simples para investir, mas já vamos). Se me dissessem há uns anos que viria a comprar e a vender ações, bem, eu diria que essa pessoa estaria a ter alucinações. Apesar de ter sempre gostado do mercado de apostas desportivas, aprender como investir na bolsa parecia ser complexo.

Porquê? Porque a minha licenciatura e vida profissional em nada estão relacionadas com números ou com este meio. O que mudou a minha forma de ver este tipo de investimento foram as conversas regulares que comecei a ter com um colega de trabalho. Com ele, percebi que investir na bolsa pode estar ao alcance de qualquer pessoa. Deixo aqui 5 dicas para investir na Bolsa de Valores.

5 dicas simples para investir na Bolsa de Valores:

1 – Mantenha-se informado sobre a atualidade

Ninguém está apto a fazer bons investimentos se viver numa bolha, alienado do que o rodeia. Por isso, é importante estar atualizado sobre o país e o mundo. Ler notícias diariamente, principalmente, aquelas que podem ter impacto sobre as empresas que segue, ou sobre o setor que lhe despertou mais interesse para investir. Se há um conflito comercial entre os EUA e a China, se calhar convém perceber como isso impacta o mercado, certo?

2 – Não invista o que não tem

Nunca se esqueça que a compra e venda de ações não é um negócio garantido. O lucro não está certo e há sempre risco associado, mesmo que na teoria faça bons investimentos e tome decisões racionais. Basta ver o que aconteceu ao mundo devido à pandemia da Covid-19. Por isso, não invista dinheiro que lhe faça falta ou que não possa perder, no pior cenário possível. Invista apenas um montante com o qual se sinta confortável em perdê-lo completamente.

3- Escolha empresas sólidas

Se comprar uma casa no centro de Lisboa ou do Porto, é óbvio que vão ser mais caras do que na periferia. Mas também é certo que tendem a valorizar muito mais com o passar do tempo. Já que estão menos sujeitas a variações do mercado. O mesmo se passa na bolsa de valores. Se escolher empresas com um histórico de bons resultados, e que sejam líderes do seu setor, o risco diminui drasticamente.

Não perca: Aprenda como a alavancagem funciona na bolsa de valores

Por exemplo, a Disney sofreu bastante com a pandemia, apresentando o maior prejuízo de sempre em 2020. O valor das ações desceu para quase metade. Sabe o que fiz? Comprei mais ações da empresa. Porquê? Porque para mim era óbvio que a Disney não ia falir de um dia para o outro e que tem uma estrutura que lhe permitiria sobreviver. E a prova disso é que ainda recentemente bateu o seu máximo de sempre, passando os 190 dólares por ação. No pico da pandemia, chegou a bater os 79 dólares.

Como investir na bolsa? É muito mais fácil do que parece

4 – Portefólio variado

Imagine que no futebol era adepto do Benfica, FC Porto e Sporting. O que é que isso iria provocar? Bem, que para um ter sucesso, os outros teriam insucesso. E para si, era um misto de felicidade e tristeza. Na compra e venda de ações na bolsa de valores acontece algo semelhante. Se tiver posições em empresas todas do mesmo setor, o sucesso de umas será certamente o insucesso de outras.  Por isso, o melhor mesmo é diversificar o portefólio. Até porque assim está livre de levar um grande rombo, caso o setor das empresas das quais tem ações passar por um mau bocado. É um pouco como o mercado das apostas desportivas. Mais vale apostar em vários jogos ao mesmo tempo, do que colocar o seu dinheiro todo no mesmo jogo.

5 – Tenha paciência

Warren Buffet tem uma frase deste género: todos dizem que são investidores a longo prazo, até que vem uma crise e começam a perder dinheiro. Quando isso acontece, começam logo a vender as suas posições. Com isto quero dizer que é preciso ter paciência e dar tempo. Tal como acontece no imobiliário. Há uns anos comprei uma casa num bairro histórico de Lisboa. Três anos depois, vendi e tive um lucro simpático. Se tivesse esperado mais tempo, esse lucro iria ser maior.

Leia ainda: Sabe o que é distribuição de dividendos?

Na compra e venda de ações acontece um fenómeno parecido. Se analisar as maiores empresas do mundo, e quanto elas valiam há cinco anos e quanto valem agora, vai certamente chegar à conclusão que todas elas estão muito mais caras. Porque, em tempos normais, o mais certo é uma empresa sólida, e com bom histórico de atividade, ver o seu valor aumentar ao longo dos anos. A Amazon, por exemplo, vale agora mais de 3 mil dólares por ação, mas há cinco anos estava nos 515 dólares.

Investir na compra e venda de ações é um pouco como comprar casa ou carro

Arrisco dizer que é muito mais fácil do que parece investir com sucesso na bolsa de valores. Para isso, basta dedicação, senso comum, responsabilidade, disciplina e muita leitura sobre o que se anda a passar no mercado e nas eventuais empresas em que queremos investir.  Investir na compra e venda de ações é um pouco como comprar casa ou carro. Exige análise ao mercado, pesar os prós e contras da decisão que estamos em vias de assumir e perceber se temos capacidade financeira para suportar este encargo/investimento. Estar informado e usar o senso comum são duas ferramentas muito importantes em qualquer um destes negócios. E são muitas vezes subvalorizadas.

O caminho é ser investidor a longo prazo. E é esta versão que está ao alcance de qualquer um. E falo com conhecimento próprio, como já referi. Comecei a investir em junho de 2019, quando adquiri ações da Tesla. Seguiram-se outras empresas, mas não tive mais do que 10 empresas no meu portefólio ao mesmo tempo. Porquê? Bem, porque não tenho assim os bolsos tão fundos quanto isso.

Com isto quero dizer, que muitas vezes para comprar umas, tive que vender outras. Como resultado disto, abdiquei de ganhar muito dinheiro com certas decisões que tive de tomar. Mas é a vida. Claro que me arrependo de algumas compras e de certas vendas, mas o balanço é claramente positivo. Neste momento tenho ações da TeslaDisneyNIO Facebook. Comecei por investir mil euros, mas rapidamente percebi que era pouco para os objetivos que tinha. Atualmente, o meu lucro é quatro vezes superior ao investimento realizado e estou confiante que o futuro vai ser ainda mais risonho.

Disclaimer: Todos os conteúdos que vai encontrar neste site são meramente educacionais e informativos. Não devem ser considerados como aconselhamento de investimento, nem de compra ou venda de ações. Nunca se esqueça que investir tem sempre riscos associados.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*