28/11/2021

5 erros a não cometer na compra e venda de ações

erros a não cometer

O principal motivo que me levou a criar este site foi para desmistificar a ideia de que investir na Bolsa de Valores é coisa para iluminados, ou apenas ao alcance de pessoas cuja formação académica ou vida profissional anda ligada a números. É muito mais fácil do que parece, mas nunca se esqueça que tem riscos associados. Não é lucro garantido, por muito bem que faça a sua parte. Claro que há coisas simples que pode fazer para que esteja mais próximo do sucesso do que do fracasso, como pode ver neste artigo, com 5 dicas simples para investir na Bolsa de Valores, mas há erros a não cometer na compra e venda de ações. E é sobre eles que vou falar agora.

5 erros a não cometer na compra e venda de ações

1- Não estar informado

Numa altura em que toda a gente conhece alguém que já compra e vende ações, lembre-se sempre que compete-lhe a si andar informado sobre como funciona este setor. Leia muito sobre o mercado, investimentos, empresas sobre as quais está a pensar investir e procure diferentes fontes de informação.

2 – Investir todo o seu dinheiro apenas numa empresa

Não ponha os ovos todos no mesmo saco, porque se ele cai, lá vão os ovos à vida. Com isto quero dizer, que é importante diversificar o portefólio e desta forma minimizar o risco.

3 – Comprar em alta

Parece óbvio que isto é um erro a evitar, mas acontece com muito boa gente. O mais normal é as notícias começarem a a dizer que empresa X está em grande, que fatura milhões, que teve o melhor ano de sempre, etc. Depois, de repente, parece que toda a gente com quem falamos tem ações dessa empresa e sentimos que nos está a passar algo ao lado. E, num impulso, decidimos comprar. Sem pensar, sem analisar. Normalmente dá mau resultado, porque o mais certo é estar em comprar num altura em que a ação está valorizada. Mais vale esperar pelo melhor momento,  ou então virar a sua atenção para outra oportunidade de mercado.

4 – Investir num setor que não conhece bem

Se lhe puserem duas televisões à frente, numa está a dar um jogo de futebol e na outra está a passar um jogo de críquete. Qual é que vai ver? O jogo de futebol, certo? Porque conhece a modalidade, sabe as regras, conhece os intervenientes. Basicamente, está mais familiarizado com tudo o que envolve este desporto. Já o críquete não lhe diz nada. Agora pense nisso em termos de ações que fazem parte de um setor que não compreende ou acompanha. Não invista em empresas que não lhe dizem nada. Se quer investir no mercado das energias renováveis, convém estar informado sobre ele, certo?

5 – Falhar o timing de venda

Mesmo que seja um investidor a longo prazo, isso não quer dizer que fique com todas as ações que comprou durante décadas. Há sempre umas que vale a pena ficar com elas durante mais tempo do que outras e compete assim perceber quais são. Ainda assim, ao longo dos anos, vai haver boas alturas para vender parte do seu portefólio e convém não falhar esse timing. Se comprou uma ação a 5 dólares e, se passado, por exemplo, dois anos, ela vale 10 vezes mais. analise bem a empresa, o setor e perceba se ela ainda vai subir muito mais, ou se daí para a frente vai ser sempre a descer.

Disclaimer: Todos os conteúdos que vai encontrar neste site são meramente educacionais e informativos. Não devem ser considerados como aconselhamento de investimento, nem de compra ou venda de ações. Nunca se esqueça que investir tem sempre riscos associados.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*